Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

01BANNER ESTRADÃO SERTANEJO
No comando: ESTRADÃO SERTANEJO – ZÉ RUFINO

Das 05:00 as 07:59

06-BANNER PROGRAMA EXPRESSO DA SAUDADE
No comando: EXPRESSO SAUDADE – PROGRAMADOR 102

Das 06:00 as 07:59

sem escala
No comando: SEM ESCALAS – LIDERANÇA FM

Das 07:00 as 07:59

09-BANNER SÓ DE BOA
No comando: SÓ DE BOA – SÉRGIO MILLER

Das 08:00 as 11:59

10-BANNER FALA CIDADE
No comando: FALA CIDADE – VANDERLEI MOTA

Das 08:00 as 11:59

07-BANNER PROGRAMA FIM DE SEMANA
No comando: MANHÃ TOTAL – BETO OLIVEIRA

Das 08:00 as 11;59

08-BANNER MANANCIAL DE VIDA
No comando: SEM ESCALAS – LIDERANÇA FM

Das 12:00 as 13:59

PISTA
No comando: PARADA OBRIGATÓRIA – FABI PERTYLLE

Das 12:00 as 14:59

03-BANNER HORA MAIS
No comando: HORA MAIS – BRUNO CAIAN

Das 12:00 as 14:59

eder
No comando: PARADA OBRIGATÓRIA – PROGRAMADOR 102

Das 14:00 as 16:59

ZONA LIVRE
No comando: ZONA LIVRE – SÉRGIO MILLER

Das 15:00 as 16:59

sem escala
No comando: SEM ESCALAS – LIDERANÇA FM

Das 17:00 as 17:59

04-BANNER BAILÃO 102
No comando: BAILÃO 102 – SÉRGIO MILLER

Das 17:00 as 18:59

sem escala
No comando: SEM ESCALAS – PROGRAMADOR 102

Das 17:00 as 19:39

IMG_20171118_192306
No comando: BALADA 102 – SÉRGIO MILLER

Das 18:00 as 19:59

CARAJAS DA SORTE
No comando: CARAJÁS DA SORTE – AO VIVO

Das 19:00 as 20:00

05-BANNER ROTA 102
No comando: ROTA 102 – BETO OLIVEIRA

Das 19:00 as 20:59

play
No comando: SEM ESCALAS – LIDERANÇA FM

Das 20:00 as 21:59

sem escala
No comando: SEM ESCALAS – LIDERANÇA FM

Das 20:00 as 21:59

VOZ DO bRASIL
No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 21:00 as 22:00

CIDADE IN LOVE
No comando: CIDADE IN LOVE – BOB FLORIANO

Das 22:00 as 23:59

cLASSICOS
No comando: CLÁSSICOS DA LIDERANÇA

Das 22:00 as 23:59

download
No comando: CIDADE IN LOVE – BOB FLORIANO

Das 22:00 as 23:59

Governo do Pará e Celpa assinam acordo

Compartilhe:
bb3

Governo do Pará e Celpa assinam acordo por Tarifa Social que beneficiará cerca de 500 mil pessoas 

Secretário de assistência social, trabalho, emprego e renda (Seaster), Inocêncio Gasperin.
Secretário de assistência social, trabalho, emprego e renda (Seaster), Inocêncio Gasperin. Marco Santos/Ag.Pará

 

Helder Barbalho, governador do Pará, falou da importância que esse acordo dará para o Estado e reforçou que não haverá nenhum dano fiscal quanto ao valor mais baixo na tarifa, para quem tem direito.  “Nós não vamos medir esforços para diminuir a tarifa de energia no Pará. São 525 mil famílias que podem ser beneficiadas com esse benefício, pessoas que não partiram para a ilegalidade e continuam pagando a tarifa. Vamos fazer um mutirão para que essas famílias possam ter acesso”.

Marco Santos/Ag.Pará

 

Marcos Almeida, presidente da Celpa, explica que, considerando a média de consumo de todos os potenciais consumidores que têm direito ao benefício e ainda não estão cadastrados, a economia na tarifa de energia elétrica pode chegar a R$ 300 milhões por ano.

Presidente da Celpa, Marcos Almeida.
Presidente da Celpa, Marcos Almeida. Marco Santos/Ag.Pará

 

A possibilidade de usar o dinheiro poupado com redução na tarifa para custear outras necessidades foi comemorada por Ediléia Mamede, dona de casa e moradora do bairro de Águas Brancas, na região metropolitana de Belém. “Vai ajudar todo mundo que precisa. Na área onde moro, existem muitas pessoas já idosas que vão poder usar o dinheiro economizado com a conta de energia para comprar os remédios que precisam. Então foi uma medida excelente. Estou feliz por ter vindo participar desse momento”, avalia.

Os descontos na Tarifa Social variam de acordo com a faixa de consumo, mas podem chegar até 65%. No Pará, atualmente, 538 mil famílias são beneficiadas com a Tarifa Social, mas com essa parceria inédita o número será ampliado. Famílias com renda mensal de até três salários mínimos, também podem ser beneficiadas, desde que tenham entre os membros da família pessoa em tratamento de saúde domiciliar que requeira uso contínuo de equipamentos hospitalares, os quais consumam energia elétrica. Para este caso, é necessário apresentar laudo médico certificando a situação de saúde e a previsão do período de uso do aparelho e homologado por médico do Sistema Único de Saúde (SUS).

Fonte; Diário Online

Deixe seu comentário: